UMA – Exames de Imagem e Diagnóstico

Bem-vindo ao site da UMA – Exames de Imagem e Diagnóstico

WHATSAPP AGENDE! 17 99681-3796
Ligue, Agende! 17 3214-4666
Arquivos

radiologia odontológica

Um novo olhar. Cuidado completo, integral e humanizado no diagnóstico.

 

Neste mês de agosto, o Complexo UMA está lançando um projeto inovador para São José do Rio Preto e região: o OM-360, uma proposta de interação odontológica e médica no diagnóstico dos pacientes, oferendo cuidado completo, integral e humanizado.

Este projeto conta com a coordenação da Dra. Maria Beatriz Carrazone (CRO/SP 98.343), cirurgiã dentista, doutora em radiologista odontológica e coordenadora do curso de odontologia da Unilago. Uma profissional com larga experiência em diagnóstico odontológico para integrar com a medicina de ponta que o Complexo UMA oferece. “Como profissionais da área da saúde, devemos ter um cuidado e um olhar para o nosso paciente que seja mais completo, integral, oferecendo o que temos de melhor. Afinal, ninguém vai ao dentista ou ao médico porque quer, mas por necessidade”, disse.

A odontologia e a medicina são duas áreas da saúde que têm suas características e peculiaridades, mas necessitam uma da outra para proporcionar o cuidado e a atenção integral ao paciente. São áreas da saúde que possuem especialidades interligadas, conectadas e que devem sempre conversar entre si. A interação ondonto-médica tem a finalidade de atender o paciente com um novo olhar, como um todo. Muitas vezes, a condição de saúde é tão complexa que exige diagnóstico e tratamento multidisciplinares, ou seja, vários profissionais precisam estar envolvidos no cuidado do paciente. Por isso, o bom relacionamento entre todas as áreas da saúde nesse processo é extremamente importante. “Precisamos nos conscientizar, esclarecer e educar nossos profissionais para oferecer ao paciente o melhor diagnóstico e tratamento possíveis. Sem nos esquecer de que estamos tratando de outro ser humano, de uma alma, de uma vida. Por isso, o atendimento humanizado deve existir e ser real, sempre. Isso deve permear todos os profissionais envolvidos nesse processo”, ressaltou a coordenadora do projeto.

A inovação OM-360 só foi possível graças à estrutura do Complexo Avançado de Diagnósticos UMA, onde a medicina de ponta e a excelência odontológica puderam se conectar para oferecer o cuidado e o olhar integral ao paciente. A Dra. Maria Beatriz Carrazone cita alguns exemplos de como essa integração é importante no diagnóstico. “Algumas doenças bucais têm manifestações sistêmicas, assim como algumas doenças sistêmicas têm como ponto de partida a falta de higiene oral. Exemplo disso é a endocardite bacteriana, que é a inflamação das estruturas internas do coração causada pela contaminação bacteriana. Esta contaminação é originada na cavidade oral e pode levar o paciente a uma internação hospitalar, e em casos mais graves, até mesmo à morte”, explicou a dentista.

Outro exemplo citado foi o de pacientes que têm alterações sanguíneas que podem apresentar manifestações orais, como complicações imunológicas. O Líquen plano é uma doença que afeta a mucosa bucal e a pele (dermatologia). Pênfigo é uma doença autoimune, a primeira manifestação clínica é o aparecimento de bolhas cheias de líquido na mucosa da boca. A alteração dos níveis séricos de cálcio, ou seja, redução da qualidade de massa óssea na região de implante dental, por exemplo, pode ter influência na redução da massa óssea sistêmica em decorrência da osteoporose. “Hoje, já temos cientificamente comprovado que exames de radiografia e tomografia odontológica realizados na rotina clínica ajudam a diagnosticar sinais de perda de massa óssea sistêmica, podendo desse modo o paciente ser encaminhado a um médico reumatologia para um diagnóstico preciso e tratamento”, explicou a coordenadora do OM-360.

A manutenção da saúde envolve um processo, pois ela nada mais é do que um estado de equilíbrio de diversas funções do organismo, e quando uma dessas funções não vai bem, entra num estado de desequilíbrio, causando a doença e podendo desencadear outros desarranjos que, na presença de fatores internos e externos, podem ser exacerbados e culminar no aparecimento de outras doenças. “Um exemplo claro disso é que a saúde começa pela boca, dessa forma, doenças sistêmicas podem ter também manifestações orais de suma importância no tratamento odontológico. Por isso, o diagnóstico preciso e seguro é fundamental e esse olhar integral, que vê o paciente como um todo, é indispensável”, completa Dra. Maria Beatriz.

Documentação ortodôntica

Dentista analisa a radiografia odontológica, que faz parte da documentação ortodôntica

Então, quando você decide que é hora de colocar aparelho ortodôntico a primeira etapa é consultar um dentista especializado. Após o exame clínico, ele, primeiramente, irá solicitar uma documentação ortodôntica que irá guiar o tratamento do paciente.

É importante lembrar que, colocar aparelho por estética, comprados em camelôs, ou sem nenhum exame prévio pode trazer muito mais problema do que o que já existia ou pior, pode estragar um sorriso que era perfeito.

Na Uma Odonto, existem três tipos de documentação ortodôntica solicitadas pelo dentista:
• Econômica
• Simplificada
• Completa

Isto porque, cada um desses modelos apresenta uma seleção de documentos exigidos para o planejamento ortodôntico do paciente, dependendo do grau de complexidade de cada tratamento, afirma a dentista Ana Carolina Garzon, especialista em radiologia odontológica da UMA.

A documentação ortodôntica é composta de:

Radiografia panorâmica (em que todos os dentes podem ser observados);
Telerradiografia Lateral (em que se observa a cabeça do paciente lateralmente);
Periapicais (radiografias dos incisivos);
Radiografia Carpal ou Mão e Punho (para identificar a idade óssea do paciente, especialmente em crianças e adolescentes);
Modelos de gesso;
Fotografias intra e extra-bucais.

Contudo, alguns ortodontistas podem pedir também exames específicos para cada caso, como tomografias e radiografias para avaliação de assimetrias ou de outras alterações, afirma a dentista Ana Carolina.

Veja pra que serve cada radiografia na ortodontia

  • Telerradiografia lateral – para avaliar o crescimento e o desenvolvimento da face do paciente.
  • Radiografias periapicais – mostram se o paciente apresenta algum tipo de comprometimento nas raízes dos incisivos (dentes da frente), pois esses dentes podem sofrer reabsorções radiculares durante o tratamento ortodôntico. O acompanhamento radiográfico deles durante o tratamento é muito importante.
  • Radiografias panorâmicas são importantes para a avaliação de dentes fora de posição, dentes que não se desenvolvem e dentes que se desenvolveram em maior número que o normal. Além disso, muitos achados incidentais podem acontecer nesses exames. Esses achados são problemas e doenças que são detectados por acaso. A saber, existem casos de tumores ou lesões que já foram encontradas em exames para ortodontia.

Resultado

O tratamento ortodôntico é um processo que pode levar algum tempo. Por isso, o registro de como o paciente se encontrava no início do tratamento é extremamente importante para a avaliação de como ficou o resultado.

Fontes:

Dra. Ana Carolina Garzon – especialista em radiologia odontológica da UMA
Blog Ortodontia Descomplicada

Agendamento

Agende seu exame aqui.

Ligue, Agende! 17 3214-4666